[Resenha] The Conditon – Jennifer Haigh


Hey!
Antes de qualquer coisa, peço que me perdoem por não postar aqui – e prometo que vou participar mais ativamente deste blog.
Chegou aqui pra mim o exemplar do livro The Condition há poucos dias, e é dele que vou falar neste post.
Sinopse Oficial:O Legado (The Condition, no título original) é a história dos McKotch, uma família da Nova Inglaterra que desmorona ao fim do verão de 1976. Ninguém imaginaria que fosse assim.

Frank, o pai, de ascendência eslava, é um cientista brilhante do Instituto de Tecnologia de Massachusetts.

Paulette, a mãe, traz como herança dos tataravós a educação, o refinamento e o respeitado sobrenome Drew.

Billy, Gwen e Scott, os filhos, são encantadores e parecem destinados ao sucesso.

A bucólica Casa do Capitão, há várias gerações o local sagrado de veraneio dos Drew em Cape Cod, emoldura o retrato da família modelo. No entanto, a visão de Gwen brincando na praia é algo desconcertante. Aos 13 anos, usando um biquíni tamanho infantil, a cabeça batendo no ombro da sua prima um ano mais nova, ela acende em Frank o alerta de que algo está muito errado. Um prenúncio de que os McKotch não são imunes às rasteiras da vida.

Em O Legado, Jennifer Haigh explora como a falta de comunicação torna cinco pessoas que cresceram sob o mesmo teto estranhas – e como elas poderão reverter isso.

fonte: http://www.skoob.com.br/livro/89858

(Só uma pequena correção: a sinopse está dizendo que Gwen estava com 13 anos e a prima dela, Charlotte, com um ano a menos. Na verdade, essa parte do livro se passa no final de junho, ambas as meninas tinham 12 anos, Charlotte faria aniversário em dezembro e Gwen três meses antes)
Antes de falar do conteúdo do livro, um breve comentário sobre a edição física (já tinha lido em ebook, mas resolvi comprar a versão em papel mesmo assim):
Gosto bem mais de edições assim, no estilo capa dura + “sobrecapa”, do que em capa simples.
Esse efeito rústico na lateral das páginas deixa o livro com uma carinha de livro antigo.
(o detalhe não tá tão visível quanto eu gostaria aí na foto, mas, aqui tá bem nítido: http://themalaysianreader.files.wordpress.com/2010/08/deckled-edge2.jpg)
Agora, minha resenha:
A viagem de férias que o livro narra no início é muito marcante. Ao descrever as pessoas da família, a autora deixou bem construído o cenário para que fosse relatado o momento em que Frank nota que algo pode estar (e realmente está) acontecendo com a filha, que é revelado depois ser uma alteração genética chamada síndrome de Turner – http://pt.wikipedia.org/wiki/Síndrome_de_Turner aqui vocês podem ler um pouco sobre o que é essa síndrome; não vou descrever muitos detalhes sobre ela aqui neste post.
Depois desse relato, somos levados para vinte e um anos depois da viagem, e descobrimos que o casal McKotch – que já não era muito próximo antes – está divorciado, o filho Billy, homossexual, se tornou um cardiologista, Scott tem um emprego de professor (e uma família que também não é exatamente a mais perfeita do mundo) e Gwen trabalha em um museu.

As tramas para cada um dos McKotch ficaram incrivelmente bem elaboradas, de forma que eles se tornam uma família que poderia facilmente existir de verdade – uma das características que me conquistaram, pois mesmo se tratando de ficção, gosto que o que eu esteja lendo me pareça verossímil.

Apesar de termos informações em boa quantidade sobre todos os parentes de Gwen, o foco é ela. Um de seus hobbies é mergulho, e, numa viagem em férias ela conhece um instrutor de mergulho por quem ela se apaixona, mas, como todo bom romance que se preze, ela não fica com o homem de uma vez (que, pela descrição, é lindo e um doce de pessoa) – e um dos obstáculos que ela tem que enfrentar é a incredulidade da própria mãe, que não acredita nos sentimentos do indivíduo. Com a ajuda de Scott, Paulette prepara uma armação para tentar separá-los, que, claro, não funciona.

Apesar do título do livro, The Condition (alguém me explique de onde tiraram o nome O Legado pra este trabalho em português), parecer ser uma referência razoavelmente clara à síndrome que a personagem Gwen tem, na verdade se refere ao fato de todos os McKotch terem seus próprios problemas a enfrentar.

Definitivamente diferente dos romances sobrenaturais que costumo ler, mas foi uma leitura igualmente agradável, que traz diversas questões (especialmente assuntos relacionados a família) tratadas de forma tão realista quanto é possível num texto de ficção.

Pra encerrar, deixo as minhas duas músicas favoritas da trilha sonora do filme Repo! The Genetic Opera – pra falar de acordo sobre este musical seria necessário um post só sobre ele…
Anúncios

Thales Moreira

Thalles Marques (O Poderoso Chefão) Nascido em uma cidadezinha minúscula do interior de Minas Gerais, as fronteiras daquele lugar não impediram que fosse diferente de grande parte das pessoas da cidade, e seu interesse por leitura de vários tipos (exceto clássicos portugueses e brasileiros, os quais abomina até a morte!) fez com que encontrasse outras pessoas muito interessantes de outras cidades, que tinham o mesmo vício infinito por livros. Foi de uma destas amizades feitas em chats sobre séries e livros que nasceu o Our Cup of Tea. Sua série de livros preferida é Harry Potter, e muitos que convivem com ele todos os dias já não suportam mais ouvir falar do "Menino que sobreviveu". Cursa Jornalismo, mas não vê a hora de poder pegar o diploma e iniciar mais uma faculdade, desta vez enveredando pela área jurídica. Também faz eventuais postagens no blog Los Moderninhos, na coluna Moda e Livros, onde fala de livros com temas relacionados a moda, e participa da Revista Brasil Literando, voltada para o público literário brasileiro, com a coluna de entrevistas e revisando a diagramação.

Um comentário

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s