Resenha A Hospedeira – Stephenie Meyer


“Ficção científica que não parece ficção científica”, essa é a principal frase utilizada para promover o livro de Stephenie Meyer. E foi também o que me fez comprar o livro, além, é claro da curiosidade que me leva a ler vários outros livros. Mas a decepção que tive foi tão grande que é impossível descrever com palavras.

            Não direi que não li a Saga Crepúsculo, pois o fiz, mesmo não me agradando, e tenho que concordar com quem venha a dizer que foi bem escrita, e até mesmo bem formulada, mas o livro seguinte de Meyer não é lá muito bem formulado, menos ainda bem escrito. O que me leva a dizer isso? O simples fato de Peg, a personagem principal do livro, ser um mártir moderno, politicamente correto, sempre pensando no ‘bem maior’, por assim dizer.
            Muitos podem discordar, mas ainda assim é o que penso dela. Juro que fiquei o livro inteiro, ou melhor, até onde li, capítulo 55, torcendo para que a Peg mudasse durante o curso da história, que ela seguisse alguns conselhos da Melanie, que é uma personagem muito melhor, e hospedeira dela, o que, a propósito, seria o ponto forte do livro, a idéia principal, da qual falarei a seguir.
            O tema central da história, a Terra sofrendo uma invasão alienígena, apesar de um clichê fortíssimo, torna-se interessante pelo modo como é colocado no livro, um jeito novo e diferente de ver seres extraterrestres, que antes eram vistos somente como seres odiosos, com uma ambição extrema, se assemelhando, e muito, a nós, humanos. Mas não em A Hospedeira, onde ao menos a maioria das almas possuem extrema bondade, o que os torna chatos, um cooperativismo jamais visto e o que os torna piores do que nós, são fixados na perfeição de tudo; não existem doenças, violência, nada do que existe no nosso mundo.
            Bem, acho que isso é tudo o que tenho a falar deste livro, espero que eu não seja crucificado por minha opinião, pois ela é única e não sou obrigado a gostar de todo e qualquer livro que leia.
Nota: 2 torrões de açúcar
Ficha técnica do livro:
Título original: The Host
Autora: Stephenie Meyer
Páginas:
Tradutor:
Editora: Intrínseca

Ano: 2009

Anúncios

Thales Moreira

Thalles Marques (O Poderoso Chefão) Nascido em uma cidadezinha minúscula do interior de Minas Gerais, as fronteiras daquele lugar não impediram que fosse diferente de grande parte das pessoas da cidade, e seu interesse por leitura de vários tipos (exceto clássicos portugueses e brasileiros, os quais abomina até a morte!) fez com que encontrasse outras pessoas muito interessantes de outras cidades, que tinham o mesmo vício infinito por livros. Foi de uma destas amizades feitas em chats sobre séries e livros que nasceu o Our Cup of Tea. Sua série de livros preferida é Harry Potter, e muitos que convivem com ele todos os dias já não suportam mais ouvir falar do "Menino que sobreviveu". Cursa Jornalismo, mas não vê a hora de poder pegar o diploma e iniciar mais uma faculdade, desta vez enveredando pela área jurídica. Também faz eventuais postagens no blog Los Moderninhos, na coluna Moda e Livros, onde fala de livros com temas relacionados a moda, e participa da Revista Brasil Literando, voltada para o público literário brasileiro, com a coluna de entrevistas e revisando a diagramação.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s