Leitura: um prazer de poucos


Olá pessoal!
Fiz esse texto para uma disciplina na facul e achei legal postar aqui. Espero que gostem. 🙂
     É inegável que o Brasil esteja crescendo significativamente em muitos setores importantes para o desenvolvimento de um país, porém, mesmo com todas essas melhoras, ainda existe uma parte na qual é necessário maior incentivo e investimento; os índices de leitura continuam preocupantemente baixos, e esta situação se dá por fatores que vem desde a inserção da leitura na vida dos brasileiros, que é feita na escola.
     Segundo a jornalista, Ana Maria Melech, formada há 23 anos, a escola não sabe como incentivar seus alunos a gostarem de ler, pois forçam a leitura de livros que, em sua maioria, não contém assuntos de interesse dos adolescentes, assim fazendo com que o indivíduo passe a odiar o exercício da leitura porque veem aquilo apenas como mais uma obrigação, e fazem-no única e somente com o intuito de ganhar nota para passar de ano. A leitura não deve ser vista como uma obrigação, mas sim como um prazer.
     Outro problema levantado, que impede muito o crescimento dos níveis de leitura, é o preço do livro no país, que são exorbitantes, mesmo comprando em livrarias sebos, que ainda cobram muito caro. Atualmente os livros de literatura chegam a custar quase 70 reais, que representa aproximadamente 10% do salário mínimo brasileiro e, em sebos, dependendo da procura por determinada obra, os valores não são muito menores.
     A jornalista também sugeriu algumas formas para que seja possível mudar esse quadro, indicando Jorge Amado como uma boa opção de autor nacional para ser lido na adolescência, já que a temática abordada usualmente nos livros do escritor é de interesse para os adolescentes e utilizando a internet de forma inteligente e correta para incentivar a leitura de obras nacionais.
Anúncios

Thales Moreira

Thalles Marques (O Poderoso Chefão) Nascido em uma cidadezinha minúscula do interior de Minas Gerais, as fronteiras daquele lugar não impediram que fosse diferente de grande parte das pessoas da cidade, e seu interesse por leitura de vários tipos (exceto clássicos portugueses e brasileiros, os quais abomina até a morte!) fez com que encontrasse outras pessoas muito interessantes de outras cidades, que tinham o mesmo vício infinito por livros. Foi de uma destas amizades feitas em chats sobre séries e livros que nasceu o Our Cup of Tea. Sua série de livros preferida é Harry Potter, e muitos que convivem com ele todos os dias já não suportam mais ouvir falar do "Menino que sobreviveu". Cursa Jornalismo, mas não vê a hora de poder pegar o diploma e iniciar mais uma faculdade, desta vez enveredando pela área jurídica. Também faz eventuais postagens no blog Los Moderninhos, na coluna Moda e Livros, onde fala de livros com temas relacionados a moda, e participa da Revista Brasil Literando, voltada para o público literário brasileiro, com a coluna de entrevistas e revisando a diagramação.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s