Resenha Uma Longa Jornada – Nicholas Sparks


Sinceramente, meu maior medo antes de ler este livro, e claro, antes de fazer a resenha, era que fosse acabar por ser apenas mais do mesmo. Quem já leu mais de um livro escrito por Nicholas Sparks sabe o quanto as histórias são parecidas, e digo isto não só no que se refere ao enredo da mesma, mas também em como toda a trama se desenvolve, o que acontece mais ou menos da seguinte forma (na maioria dos livros, pelo menos): a mocinha conhece um cara muito legal, os dois se apaixonam, alguma coisa acontece que faz com que eles se separem, depois de um tempo (longo ou curto) eles se reencontram, talvez voltam a ficar juntos, mas normalmente aí entra algo que traumatiza muito nas histórias de Sparks, um dos envolvidos na trama principal morre, e o outro fica todo depressivo e blá blá blá.
É logo nesse final dramático que Uma longa jornada se destaca, de forma positiva, e se difere de outros livros do autor. Não se anime tanto, isso não quer dizer que TODOS os personagens apresentados no livros tenham um final feliz, ou mais ou menos, dependendo do ponto de vista usado pra analisar o desfecho da história. Só pra não perder o costume, um dos personagens ainda vai morrer, mas isto acaba tendo um propósito bem trabalhado no enredo principal.
Acho que a única coisa que me fez andar a passo de tartaruga com a leitura foi o fato de algo que acontece logo no início do livro demorar quase 30 capítulos para desenrolar, e isso tornou a leitura um pouco pedante, e os capítulos que tratavam desse acontecimento eram os que eu mais demorava a terminar, além de serem em maioria os mais extensos no livro.
É claro, sempre tenho a ressalva ao final da resenha, e nesse caso é que se você gosta do estilo de Nicholas Sparks, da forma como ele narra e dirige os fatos, esse é um livro que você não pode deixar de ler de forma alguma, então se ainda não comprou, vai pra biblioteca pública e pegue emprestado, ou corre pra uma livraria e compre logo!
Anúncios

Thales Moreira

Thalles Marques (O Poderoso Chefão) Nascido em uma cidadezinha minúscula do interior de Minas Gerais, as fronteiras daquele lugar não impediram que fosse diferente de grande parte das pessoas da cidade, e seu interesse por leitura de vários tipos (exceto clássicos portugueses e brasileiros, os quais abomina até a morte!) fez com que encontrasse outras pessoas muito interessantes de outras cidades, que tinham o mesmo vício infinito por livros. Foi de uma destas amizades feitas em chats sobre séries e livros que nasceu o Our Cup of Tea. Sua série de livros preferida é Harry Potter, e muitos que convivem com ele todos os dias já não suportam mais ouvir falar do "Menino que sobreviveu". Cursa Jornalismo, mas não vê a hora de poder pegar o diploma e iniciar mais uma faculdade, desta vez enveredando pela área jurídica. Também faz eventuais postagens no blog Los Moderninhos, na coluna Moda e Livros, onde fala de livros com temas relacionados a moda, e participa da Revista Brasil Literando, voltada para o público literário brasileiro, com a coluna de entrevistas e revisando a diagramação.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s