Resenha Mago: Aprendiz – Raymond E. Feist


E mais uma vez aqui estou eu pirando por um livro ainda não ter a continuação publicada no Brasil e meu dinheiro estar curto pra comprar importado! Leiam assim que tiverem oportunidade! Não irão se arrepender. Se já leu, deixe sua opinião nos comentários! =D


Comecei a ler Mago: Aprendiz, o primeiro lançamento do selo que surgiu da parceria entre a Sextante/Arqueiro e a editora portuguesa que pra mim é uma das mais f***s pelos livro que publica em terras lusitanas, a Saída de Emergência, com um pouco de dúvida se seria uma leitura como a de outros livros de fantasia, que normalmente se tornam um pouco pedantes no decorrer da história como Lord of the Rings e Game of Thrones, mas fui totalmente surpreendido quando em pouco tempo de leitura já me encontrava quase na página 100 e nem havia percebido o dia passando.
Não mentirei dizendo que já faz algum tempo que não encontro um livro que me faça ficar acordado até de madrugada, lendo mais e mais, e não parando mesmo quando meus olhos começaram a arder de sono, porque também fiz isso com o que li antes, mas não foi a mesma coisa, porque neste caso fui mais longe que o anterior, quase chegando a virar a noite.

A história é incrível, e Feist conseguiu fazer uma fantasia onde o ritmo da narrativa se mantém o mesmo, até em cenas que por natureza seriam mais lentas, durante todo o livro, e cada final de capítulo te impulsiona a ler o seguinte, e sem perceber você já leu uns dois capítulos de 30 páginas cada e ainda tem disposição pra ler mais dois ou três, ou o restante do livro! Sinceramente, é uma grande proeza fazer um livro de fantasia dessa forma, e mesmo Tolkien não conseguiu, já que usava descrição demais, o que não ocorre em Mago: Aprendiz, mas ainda assim o leitor consegue ter uma imagem bem clara de Midkemia.

Claro, não posso deixar de fora as cenas de batalha, e que se esse livro for algum transformado em filme/seriado, espero que façam direito, pois são incríveis, por falta de uma palavra melhor pra descrever. Especialmente as cenas finais do livro, nas quais eu consegui imaginar o máximo de detalhes possíveis.

A edição também não deixou a desejar, e está muito legal em todos os aspectos, desde a fonte usada, que tem um bom tamanho e espaçamento, até a arte da capa, que ficou muito bonita. E o marketing em torno do livro não foi enganador, como eu tinha receio que fosse, é definitivamente a obra-prima da fantasia!

Anúncios

Thales Moreira

Thalles Marques (O Poderoso Chefão) Nascido em uma cidadezinha minúscula do interior de Minas Gerais, as fronteiras daquele lugar não impediram que fosse diferente de grande parte das pessoas da cidade, e seu interesse por leitura de vários tipos (exceto clássicos portugueses e brasileiros, os quais abomina até a morte!) fez com que encontrasse outras pessoas muito interessantes de outras cidades, que tinham o mesmo vício infinito por livros. Foi de uma destas amizades feitas em chats sobre séries e livros que nasceu o Our Cup of Tea. Sua série de livros preferida é Harry Potter, e muitos que convivem com ele todos os dias já não suportam mais ouvir falar do "Menino que sobreviveu". Cursa Jornalismo, mas não vê a hora de poder pegar o diploma e iniciar mais uma faculdade, desta vez enveredando pela área jurídica. Também faz eventuais postagens no blog Los Moderninhos, na coluna Moda e Livros, onde fala de livros com temas relacionados a moda, e participa da Revista Brasil Literando, voltada para o público literário brasileiro, com a coluna de entrevistas e revisando a diagramação.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s