Leituras de janeiro – Hypia


Untitled design

Olá!

Por mais que eu fique grandes períodos sem postar, o Thalles é um maravilhoso e não me remove desse blog, então vou dividir aqui o que li neste janeiro que acabou de terminar.

cobain_unseen_frontO primeiro livro que terminei este ano foi Cobain Unseen, escrito por Charles R. Cross: é uma biografia sobre uma das personalidades mais importantes do rock, e este livro se concentrou em falar das criações artísticas do falecido líder do Nirvana, e não em questões pessoais. É cheio de ilustrações, fotos e réplicas de materiais pra deixar qualquer fã muito contente, valeu a pena a espera de meses pra esse livro chegar.

LizzieO segundo livro que terminei foi O diário secreto de Lizzie Bennet: uma retelling modernizada de Orgulho e Preconceito da incrível Jane Austen, baseada na série The Lizzie Bennet Diaries produzida para o YouTube pelo awesome do Hank Green. Não acho que consigo expressar direito o quanto eu acho divertido criarem materiais de mídia que se espalham por várias plataformas, e estou muito curiosa pra ler o próximo material desse universo: um livro de outra irmã Bennet, a Lydia. E a Mary Kate Wiles é a maior diva do cabelo ruivo colorido, fim.

FASHION BEAST.inddO terceiro que marquei, Fashion Beast, de Alan Moore, na verdade eu tinha lido no final do ano passado mas não tinha marcado na lista de lidos: é uma releitura do conto da Bela e a Fera, mas que se passa no mundo da moda. É Alan Moore, mesmo os piores livros dele ainda são incríveis, vale a pena. E juro que vou reler ao menos algumas passagens.

This-is-a-call-A-vida-e-a-musica-de-Dave-GrohlEm quarto lugar, finalizei This is a Call: A Vida e a Música de Dave Grohl, pouco depois do incrível do show deles em que estive em São Paulo. Gostei bastante que o livro enfocou a trajetória de trabalho do Dave, mas sem deixar de falar de assuntos pessoais. “Genial” é pouco pra descrever as decisões dele sobre quando, com quem e o que gravar.

41RJgwHK58LO último livro que terminei foi Asylum, escrito por Madeleine Roux. Dan Crawford vai pra um curso de verão em um local onde funcionava um sanatório, e muita coisa estranha começa a acontecer. Desde The Asylum for Wayward Victorian Girls da Emilie Autumn eu tava com saudades de ler algo que se passasse em um sanatório, e não vejo a hora de ler a sequência.

E encerro este post com esta foto:

Just got here / Acabou de chegar aqui! #PeterSteele #TypeONegative #SoulOnFire

A post shared by Hypia Sanches (@hmsanches) on

Anúncios

2 comentários

    • Oi!

      Fico muito feliz mesmo pelo seu comentário, Lucas, não conseguiria dizer o quanto.

      Visitei seu blog e digo que também achei tua lista de leitura bastante interessante.

      Juro que vou postar mais!

      abraços!

      Curtir

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s